Tá tudo bem se tudo não estiver tudo bem...

By Gabriela Rodrigues - 15:42

(Fonte: Blog De Mulher pra Mulher)
É, tá tudo bem se não tiver nada bem. Nem sempre a vida é perfeita. 




E a gente não precisa fingir que ela é. Os dias ruins existem sim, não adianta fingir que não. Tá mais do que bem você chorar uma vez ou outra quando quer desabafar tudo o que tem aí dentro, é sério, ninguém é de ferro e as vezes faz um bem danado despejar tudo de ruim e que tem sobrecarregado nós mesmos cada dia que se passa. Você precisa entender que não tem nada de errado se não estiver nada bem aí dentro, que está tudo bem se você quiser chorar, gritar, dançar e fazer o que quiser pra aliviar o que se passa na pessoa mais confusa consigo mesma possível: você. Até se isolar as vezes faz parte sabia? Dessa parte eu entendo! Se a vontade for de se esconder de todo mundo e sentar quietinha num canto e ficar ali até adormecer, tá tudo bem, acredite. Você não precisa fingir o tempo todo de que nada te atinge, como se você fosse o iceberg mais forte do mundo que parece ser impossível de quebrar. 



Ninguém é de ferro, NINGUÉM.



Todo mundo tem dias, semanas, meses ruins, daqueles que a gente só quer a nossa própria companhia ou daqueles que a gente só quer um ombro pra chorar, mas só pra chorar, para ter certeza de que vai ter aquele ombro se desabar novamente. Todo mundo vive dessas fases de só querer estar na própria companhia é completamente normal. De tempos em tempos precisamos desligar de tudo mesmo e respeitar que não dá pra ser feliz o tempo todo e que não há problema algum em ficar meio antipático de vez em quando. Deixa de bobeira, de fingir que o fardo não está te matando por dentro e consumindo cada segundo do seu pensamento e que você precisa de ajuda pra levantar e continuar, numa boa, sem julgamentos ou algo do tipo. Tem muita gente ao seu redor pra te oferecer a mão ou ombro amigo, basta você aceitar.



É, tá tudo bem se não tiver nada bem. Nem sempre vai estar. 


  • Share:

You Might Also Like

0 comentários