Beda #3 : Finalmente, sabe?

By Gabriela Rodrigues - 11:42

Fonte: Eoh - Eu Ainda Sou o Seu Parceiro de Crime


Enquanto lê, escute:

         

Finalmente eu encontrei alguém que me aceita do jeito que sou.


Alguém que aguente meus dramas (não dramas, uns biquinhos por coisas bestas).

Alguém que aceita esse meu jeito cabeça dura, teimosa e que reclama de tudo e briga por qualquer coisa.

Finalmente.

Finalmente encontrei alguém com que eu possa ser eu mesma e sem se preocupar em me "conter" pra não assustar com esse meu jeito estranho e que bom pois sempre odiei fazer isso mas por muitos rótulos acabei acostumando a fazer isso mas fazer o que né?

Alguém que sabe que eu banco a difícil só pra saber se a pessoa aguenta, afinal aqui é exagero desde a roupa ao amor, aqui nada vem pouquinho, do meu jeito, eu demonstro.

É eu admito que as vezes eu extrapolo mas você olha e sorri e diz: "eu amo esse teu jeito não mude nunca!" e eu me derreto nessas palavras e tenho a certeza de que encontrei o "alguém certo" mesmo eu acreditando que ele nunca fosse existir.

É incrível o jeito que você consegue me desarmar inteira, mesmo quando eu já tentei de tudo e tudo mesmo pra te afastar... Mas não consegui, você sorriu e eu estava ali com aquele sorriso de orelha a orelha retribuindo o seu...

Diferente de todos você nunca se importou com as minhas manias esquisitas, com o meu jeito completamente atrapalhado que tem que me vigiar porque eu sou a número um em quedas por ser desastrada, é incrível como você nunca disse que os meus sonhos eram malucos e que eu estava pensando alto demais, você só escuta e sorri e depois me abraça numa forma de dizer: "Tá bem, sonhe alto, estou aqui sempre pra te escutar".

Nunca ligou se eu olho horóscopo todos os dias, se acredito em vida em marte ou no yin yang ou em destino. 
Por falar nisso,
você o melhor presente que o “destino” e Deus, é claro, me deu, porque mesmo depois de tanto tempo tentando me moldar para parecer normal eu encontrei você que me aceita da forma que sou, nesse meu jeitinho torto, bagunçado, desastrado.
Eu consegui ser eu mesma sem ficar me preocupando se você iria estranhar e pular de vez do barco, mas pela primeira vez eu percebi que alguém se apaixonou pelo meu eu de verdade.

É tão fácil gostar de você mas como não poderia ser?

Você é tudo aquilo que eu tanto procurei, por isso pode ter sido "fácil" eu me abrir com você e ter deixado você ficar porque você é como aquela música que a gente pode escutar umas mil vezes e não tem vontade de parar de ouvir.

Você é como a música que me faz dar repeat todas as vezes.

É, finalmente eu te encontrei.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários